O que eu andei fazendo? {beda 1}

beda1

O fato é: eu tô sumida desde maio. Não dei as caras aqui e isso é simplesmente feio. Mas, nesse meio tempo, eu…

  1. Achei um novo lugar para tirar fotinhas incríveis;
  2. Li um pouco (talvez muito) de Fernando Pessoa;
  3. Conheci lugares legais na universidade com o tal do boy;
  4. Sentei no chão do museu pra admirar o trilho da iluminação ao invés do quadros;
  5. Fiquei muito tempo abstraindo com essa escultura no mesmo museu;
  6. Tomei café da manhã com os migos no que seria o dia mais triste do ano, mas nem foi por causa deles;
  7. Realizei meu sonho de princesa de postar foto de casal com legenda do Anavitória;
  8. Tirei foto sorrindo (algo bem raro) porque eu entrei oficialmente de férias;
  9. Passei uma noite dando rolê por vários aeroportos pra, no final, minha mala não chegar junto comigo, mas, pelo menos, eu estou em casa agora.

Foi corrido, mas senti saudade de criar. Eu assisto diariamente o Fotografando à Mesa no YouTube e Isabella e Felipe falam com muita frequência sobre como vlogar todo dia é difícil, mas que se eles não se “forçam” a fazer isso, eles acabam procrastinando e não criando nada. Comecei a me identificar com isso e cá estamos. Resolvi aproveitar agosto pra voltar com o BEDA e testar esse negócio de me obrigar a criar. Tenho até um calendário, mas não vamos estabelecer meta, não é mesmo? Se teve uma coisa que esse tempo longe me ensinou é que criar é necessário. Mesmo que eu não saiba exatamente o que eu estou fazendo ou se é relevante ou não, eu estou criando algo.

Espero que me acompanhem nessa loucura e vejo vocês por mais 30 posts. Até amanhã!

beda banner

Anúncios

2 comentários sobre “O que eu andei fazendo? {beda 1}

  1. Adorei suas fotos! Eu concordo com essa parte sobre criar. Me pego muito pensando na relevância ou na importância de fazer o que estou fazendo, principalmente com o blog (assunto que já rendeu um bocado de posts). Acho que a gente não deve focar se é relevante ou não, se é importante ou não, mas qual a relevância que aquilo tem pra gente. Acho um post com dicas muito importante, mas não me acrescenta muito. Gosto de criar posts como esse seu, falando sobre coisas simples, do cotidiano. O mesmo com outras artes que produzo, talvez não sejam relevantes socialmente, mas são relevantes pra mim, e acho que é isso que importa 🙂

    Curtir

    • Obrigada! Realmente é difícil saber quando algo é relevante pro mundo, mas eu acho que a chave mesmo é o que você falou: ser relevante pra nós. Afinal, estamos num gênero raro de blog pessoais, então por que não colocar quem realmente somos nele? O gostoso de blogar tá justamente em ir na contramão e fazer o simples. Amo muito isso ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s